quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Russendisko, Wladimir Kaminer


Sinopse:

Prostitutas e actores, caçadoras de fortunas e locutores de rádio, engenheiros e domésticas, artistas, empresários, mafiosos, desportistas e muitos outros... Os emigrantes de Leste, legais ou não, estão espalhados um pouco por toda a Alemanha e cada um tem uma história para contar.
Este é o grande êxito da recente literatura alemã. Com mais de um milhão de cópias vendidas só na Alemanha, fez de Kaminer uma das figuras mais mediáticas do país.


Opinião:

Neste livro o autor relata um conjunto de histórias sobre personagens caricatos, alguns verdadeiros anormais, no período seguinte à queda do muro de Berlim. 
É um livro bem humorado, bem menos inocente do que uma leitura mais superficial poderá induzir.
Ficamos a saber, através da caricatura, os vícios e defeitos, os costumes de russos, alemães, turcos.. até ficamos a saber como se diz "pila" num país dos Balcãs que agora não me recordo qual. ;)
Ficamos a saber sobre a emigração russa para a Alemanha, a receptividade destes, o seu funcionamento de apoio social.
São histórias breves e divertidas escritas para serem lidas num fôlego.

Para mim este livro tem um aspecto negativo que se prende com a sua estrutura.
Não gosto muito de livros de contos. Não o sendo no verdadeiro sentido da palavra porque todas as histórias estão ligadas entre si, não deixam de ser histórias individuais muito breves.
Neste tipo de estrutura não me sinto confortável. Gosto de enredos longos, onde me possa perder na sua degustação, conhecendo e tornando-me próximo dos personagens, andar com eles durante o dia, levá-los a jantar e à noite adormecer enquanto conversamos...
Neste tipo de livros isso é manifestamente impossível. 

Deste  modo atribuiria a nota de 12 valores em 20 possíveis,
ressalvando que quanto à temática mereceria bem mais mas como está estruturado desta forma não me foi muito agradável a leitura.
Para quem goste de contos ou short stories acredito que se delicie com este livro, já que está bem escrito e bem revisto, simplesmente não é a minha onda... ;P
Deu para perceber que se trata de um escritor inteligente e interessante, motivo pelo qual fiquei com vontade de ler mais obras da sua autoria.

Agora são vocês...
Conhecem o escritor?
Podem aconselhar-me mais livros seus?
Já agora, gostam de livros compostos desta forma?

Boas leituras!!

21 comentários:

Paula disse...

A temática parece realmente interessante. No entanto, também não sou fã de livros de "contos" ou pequenas histórias.
Não conheço o autor, mas já fui pesquisar, pois normalmente gosto da escrita dos autores russos (até ao momento ainda nenhum me decepcionou, também ainda não li assim tantos).
;)

Paula disse...

Vejo que estás a ler Zafón, dele só li "A Sombra do Vento" e gostei bastante. Fico a aguardar o teu comentário.

Arame Farpado disse...

Paula,
livros de contos são horríveis. Este livro, embora interessante e "engraçado" se fosse mais longo tinha ficado a meio... ;P
Estive a ver a tua opinião ao "Guerra e Paz". Fiquei com vontade de ler, até já pus na minha lista de compras... mas é caro!! Tenho de juntar e depois convencer a minha esposa da real necessidade de comprar mais livros e sobretudo a este preço... LOL
Agora Zafón... Zafón é grande! Adorei "A Sombra do Vento" e também "O Jogo do Anjo".
Este livro é mais pequenito... :(
Vamos ver. Depois partilho!

Paula disse...

"Guerra e Paz" é "aquela" obra!!
Foi um desafio ler, mas valeu a pena, é uma obra prima. Os personagens são inesquecíveis e a história também.

Anónimo disse...

Também não gosto de contos...
Gosto de ler e possuir, como vocês...
Mas, para não gastar muito leio os clássicos primeiro.
Recentemente é que adquiri 3 (A Sombra do Vento, O Tigre Branco, Sob o Sol da Toscana), estava a ler (A Leste do Éden), um clássico do Steimbeck,(MARAVILHOSO!!!) com o segundo. Terminei A Leste.. e sigo com O Tigre Branco (muito bom) Porque me sinto mal, não priorizar os clássicos que ainda quero ler. Guerra e Paz só no sebo a 10 reais. Clássicos só adquiro no sebo...caso contrário não teria lido a maioria.
Abç
Orquidea

Paula disse...

"O Tigre Branco" é uma obra Excelente, e a melhor de Aravind Adiga :) depois de ler, os outros do autor soam a "mais do mesmo", mas Aravind Adiga é um bom escritor, fala sobre a sua realidade que é crua e dura!

Paula disse...

Quanto aos livros mais em conta a nível de preço, não sei se conheces a livraria Barateira na Rua da Trindade em Lisboa. Tem excelentes obras em 2ª mão. Eu costumo comprar lá :)

Anónimo disse...

Obrigada Paula!!!
Sou do Rio de Janeiro...
Penso que só posso comprar no Wook.
Por falar nisso, ainda não comprei nada lá. Mas já me cadastrei. O livro que quero um tempão, mas é em euros, pra real fica uns 44 reais, ainda vou ficar sonhando...
Boas leituras
Orquidea
PS: Pensei que esse era o primeiro do autor? Tinha lido qualquer coisa...

Anónimo disse...

Paula!!
Veja aqui ao lado do blog a noticia...
A Tinta da China chega ao Brasil, não é o máximo.
O livro que quero é do Mark Twain, (Tinta da China)to feliz...
Mesmo sabendo que pode demorar esse livro...
abç
Orquidea

Paula disse...

Sim, "O Tigre Branco" é o primeiro do autor, com o qual ganhou o Booker Prize 2008

Nuno Chaves disse...

Não conhecia este livro, mas o tema parece ser bastante interessante.
Agora quanto aos contos tenho de discordar convosco... Os contos são tidos como literatura menor nunca percebi porquê?
o problema é que muita gente não aprecia contos pois "enfarda-os de uma aviada"... e os contos devem ser lidos calmamente um por dia, ou se quiserem um por semana.
Aconselho-te "mala de Senhora e outras histórias" da excelente Clara Ferreira Alves.

Arame Farpado disse...

Ora então muito boa tarde! ;D
Fico muito feliz por ver a casa cheia! ;)

Nuno,
eu gosto de pegar num livro e perder a noção das horas e de tudo ao meu redor, com os livros de contos não é possível. Acredito que lendo um conto por dia achasse mais piada ao livro. Hei-de experimentar desse modo. (mas isso implicaria que demorasse um mês a ler um livro pequeno...)
Vou pensar nisso! ;D

Paula,
sabes de alguma "Barateira" no Porto?
È porque se tiver que ir a Lisboa os livros ficam-me caros... estou a brincar! ;)
Que dizes à receita do Nuno para ler contos?

Orquídea,
os outros livros não conheço mas a Sombra do Vento é muito bom.
Quanto aos contos parece que somos gulosos demais a ler... tem que ser com moderação. :)

Abreijos!

Nuno Chaves disse...

A ideia é mesmo essa Arame Farpado, é como se fosse um livro de apoio... ou seja manténs a tua leitura normal e esse como leitura de apoio, sem pressas, quando acabares... acabaste.
Um abraço.

Arame Farpado disse...

O que a partilha de gostos comuns tem de bom é este tipo de coisas...
Vou fazer outra incursão pelo mundo dos contos dessa forma...
Até tenho um livro de contos do Murakami... ;)
Vai ser desta que o leio.

Vou demorar um ano... seja!

Obrigado!

milureis disse...

Se vieres no Domingo a Aveiro,vai haver a feira das velharias e aí encontras muitos livros em bom estado(já lá comprei deles "virgens")recentes ou mais antigos baratos.Quanto aos livros de contos,apesar de ter a tua opnião ácerca das histórias longas,já li deles que me agradaram.

Arame Farpado disse...

Milu,
obrigado pela dica! Não sei se poderei aproveitar mas nesses locais por vezes encontram-se bons negócios!
É preciso procurar. ;)

Paula disse...

Não precisas ir a Lisboa para ter livros da Barateira, encomendo por mail e o Sr. Rui envia-os para mim (pago os portes claro).
Concordo com o Nuno, mas estou como tu, vai levar imenso tempo :P Mas leio, sempre que acho que pode ser interessante.
Qual é o livro de Murakami que tens de contos????
Gosto de Murakami!

Arame Farpado disse...

Paula,
chama-se "O Elefante Evapora-se" e são dezassete contos. Quando comprei o livro pensei que fosse um romance, quando me apercebi da estrutura não o li.
Agora com a técnica do Nuno talvez seja possível... ;)
... mas demorando imenso tempo! ;D

Leonor disse...

Que boa escolha, arame! Sou fã do Kaminer :) É muito divertido e conta imensas histórias sobre a União Soviética e Berlim depois da Queda do Muro. Olhe aqui: http://o-meu-pai-e-eu.blogspot.com/2011/11/estou-ler-meine-russischen-nachbarn.html
Vai sair outro livro dele em português julgo que na Primavera, na Tinta da China.
O filme desse livro vai abrir a Berlinale em Fevereiro.

Arame Farpado disse...

Leonor,
antes de mais gostaria de lhe agradecer a gentileza da sua prezada visita.
Apesar da divisão em pequenas história não ser a estrutura que mais aprecio num livro, achei Kaminer um autor muitíssimo interessante e com um quê de brilhantismo e inteligência que muito apreciei. Encontro-me, neste momento, à espera que chegue pelo correio o também seu Millitarmusik.
Devo ainda agradecer à Leonor o facto de ter tido conhecimento deste autor, precisamente porque li o seu post sobre o mesmo, no qual os seu elogios a Kaminer suscitaram o meu interesse que, até ao momento, não dou como perdido, muito antes pelo contrário.
Obrigado, pois! ;)

Volte sempre, se assim o desejar.
É mais do que bem-vinda.
Cumps.

Leonor disse...

Voltarei pois :)
Obrigada pelas palavras.